Bem vindo ao Blog - Fundamas Casa Brasil Sul.
Hoje é

RBS Fundamas Casa Brasil e Cambira

Nossa Radio Web Toda Linux

O que é Web Rádio?

Por: Érica Watanabe

Ligar seu rádio e ouvir uma música da Turquia pode parecer meio absurdo. Afinal, se até a música brasileira às vezes tem pouco destaque nas rádios, imagine a desse país longínquo. Mas, com as webrádios, isso está se tornando possível. Hoje você já pode ligar o seu computador e "sintonizar" uma rádio de rap turco.

Tudo bem, rap turco pode não ser seu tipo de música preferido, mas imagine o quão longe ele consegue chegar, mesmo sendo tão específico. Também imagine que o dono dessa rádio não seja um grande empresário, um político ou um líder religioso, mas um grupo de hip hop de uma comunidade turca.

Agora pense no melhor de tudo isso: você também pode fazer uma rádio. Com um computador, alguns equipamentos e uma boa voz, você poderá pôr uma rádio “no ar” para qualquer pessoa do mundo ouvir.

Como funciona

O conteúdo de uma webrádio não difere muito do de uma rádio comum, afinal, as duas têm a mesma matéria-prima: o som. A diferença está na forma de transmissão do áudio.

Numa rádio convencional, AM ou FM, o som é transformado em ondas eletromagnéticas, que se propagam pelo ar e são captadas por aparelhos de rádio. Basta um radinho de pilha para ouvir este tipo de rádio, mas seu alcance fica limitado geograficamente às áreas atingidas pela antena de transmissão. Além disso, a legislação brasileira impõe muitas restrições quanto ao acesso ao direito de radiodifusão.

Nas webrádios, o som — digital — é enviado por meio da internet. Ou seja, você precisa de um computador conectado à rede para poder "sintonizar" a rádio. O alcance é praticamente global, pois a internet existe em quase todos os lugares do mundo e está se popularizando.

Redes

Além de ser um meio de divulgação, as rádios também podem agir incentivando a produção e atuação cultural, social e política de grupos e entidades. Com a webrádio, esses benefícios ficam mais acessíveis. Por isso e pela própria natureza da rádio — transmitir — a webrádio se torna um instrumento ideal para a formação de redes.

Uma rede é formada por nós interconectados. Numa rede social, os nós representam indivíduos ou grupos, e as conexões, as relações existentes entre eles.

A rede está presente no nosso círculo de amigos, nas parcerias profissionais, na família. Quanto mais abrangente a rede, com mais ligações esparsas a nós distantes da rede principal, mais propícia ela é para trazer novas idéias e oportunidades para seus membros.

Voltemos ao exemplo da webrádio de rap. Suponhamos que você seja um amante do rap e que resolveu montar sua própria webrádio. Além do espaço para divulgar as músicas de que gosta, o trabalho de novos grupos, notícias e eventos sobre rap, você poderá fazer contato com a tal webrádio turca de rap e promover um intercâmbio de material. Você mostra o que eles estão tocando por lá e eles, o que está rolando por aqui.

Novas webrádios e até rádios convencionais de rap podem se juntar a vocês e enriquecer ainda mais o trabalho de cada um. Estabelecida essa rede, pode-se utilizar o canal de comunicação criado para trocar não só material radiofônico, mas também idéias e informações que interessem a todos envolvidos.

Veja mais em Rede: uma estrutura alternativa de organização.

Gestão e financiamento

Um ponto importante para se pensar ao planejar sua webrádio, ou mesmo uma rádio comunitária, é como ela será mantida. É necessário ter em vista que uma empreitada desse tipo precisa de equipamentos e pessoas comprometidas para funcionar. Não é raro ver rádios que, passada a empolgação inicial, passam a produzir cada vez menos até serem abandonadas.

Algumas formas de financiamento podem ser consideradas, como verba de projetos do governo, patrocínio da iniciativa privada, de uma rede de voluntários ou de entidades com outras fontes de renda, e venda de espaço comercial na grade de programação.

Cada tipo de financiamento tem suas próprias implicações, inclusive de caráter político. Se você, por exemplo, falar algo que vai contra as idéias e interesses do seu patrocinador, correrá sério risco de perder o financiamento.
Por outro lado, até que ponto a mensagem que você irá passar na sua rádio deve ser controlada pelo seu patrocinador? Considere as concessões que você deverá fazer na sua programação, caso sua rádio seja patrocinada pelo governo, por algum grupo de atuação política ou uma instituição religiosa.

No caso de não haver financiamento externo, sendo a rádio mantida por voluntários, é importante ter uma noção realista do tempo de dedicação e quantidade de dinheiro que cada um poderá ceder ao projeto.

Direitos autorais e compartilhamento

Como já falado anteriormente, as redes permitem a troca de conteúdo entre as rádios. Você pode trazer alguma novidade aos seus ouvintes se usar algum programa de um parceiro dessa rede. E também pode ser ouvido entre outros públicos se ceder o seu material a outras rádios.

Todo o material produzido tem os seus direitos de uso e reprodução garantidos exclusivamente ao autor. Ou seja, um programa de rádio que você fez é seu e ninguém pode utilizá-lo sem a sua autorização.

Para garantir que o material que você produziu seja devidamente aproveitado e divulgado, com manutenção dos créditos e direitos autorais, é aconselhável que você lhe atribua uma licença que permita seu uso por outras pessoas, como o Creative Commons.

Essa é uma licença que, na realidade, contém vários tipos de licença. Enquanto a frase padrão de Copyright é “todos os direitos reservados”, a do Creative Commons é “alguns direitos reservados”. Assim, é possível definir por meio desta licença quais os direitos que devem ser mantidos e para quais usos o material é livre. Veja mais sobre o Creative Commons.

Um outro tipo de licença é o Copyleft. Este é um tipo de registro que tende a ser o oposto ao Copyright. Ele garante que qualquer pessoa que recebe um trabalho (software, documentos, músicas e outras artes) com esta licença possa usá-lo, modificá-lo e redistribuir tanto o trabalho na íntegra quando as versões derivadas (modificações) dele.

Há ainda o domínio público. Nesse caso, nenhuma pessoa ou entidade é a proprietária dos direitos da obra e todos podem usá-la livremente.

No ar!

Infra-estrutura básica

Para pôr sua estação para funcionar, você precisa definir o local de onde acontecerão as transmissões. O quartinho onde fica o computador ou o seu escritório podem servir de estúdio. Mas, se a idéia for fazer uma coisa mais elaborada, com uma galera fazendo locução simultaneamente, convidados dando entrevistas ou músicos tocando ao vivo, será necessário montar um espaço para ser usado exclusivamente para isso.
Dentro do estúdio, você vai precisar de um computador com placa de som e acesso à internet, microfone, fone de ouvido, mesa e monitores de som, além de cabos e conectores para ligar tudo isso.
Mas não se assuste com a quantidade de equipamentos. Para uma rádio mais modesta, com uma equipe pequena e poucos recursos, não será necessário adquirir a parafernália toda. O computador e o microfone já são suficientes no caso de uma programação musical intercalada com locuções.

Tipos de programas

A parte mais divertida vem agora. Com o estúdio montado, é hora de anunciar sua voz para o mundo. Você pode pôr pra tocar aquelas músicas que você nunca ouve no rádio, divulgar notícias que interessam à sua comunidade, convidar a turma para uma mesa-redonda sobre o último jogo de futebol, xingar aquele deputado que faz campanha no seu bairro ou se divertir fazendo um bom programa humorístico.

Há várias maneiras de se captar o áudio para fazer o seu programa. Você pode usar o microfone do estúdio e gravar o som diretamente para o computador ou sair por aí com um gravador na mão para coletar sons externos ou entrevistar pessoas na rua. Nesse caso, será necessário um cabo para passar o áudio do gravador para o computador.

Com o material coletado, comece a edição do programa. Utilize algum software de áudio, como o Audacity. Com ele, é possível colocar diferentes sons em seqüência, mixar e cortar.

Lembre-se que no rádio é preciso abusar dos sons. Sem uma imagem para prender a atenção do ouvinte, a saída é enfeitar seus programas com efeitos sonoros e música de fundo. Confira a Biblioteca de sons.

Você pode criar uma vinheta – aquela chamada que identifica o programa – combinando sons que tenham a ver com o tema ou o nome do programa.

Na hora da locução, é sempre uma boa colocar uma música de fundo para dar ritmo à fala e para não deixar a voz chata demais. Pode ser uma batida instrumental sendo repetida várias vezes ou uma canção sem partes cantadas – sempre bem baixinho, sem competir com o que o locutor está dizendo.

Veja também Como fazer um programa de rádio.

Transmissão

Há basicamente três formas de se “transmitir” um áudio pela internet. A escolha por uma delas vai depender dos objetivos e das capacidades técnicas de equipe e infra-estrutura da sua rádio.

A forma tradicional e que mais se assemelha a uma rádio convencional é a transmissão “ao vivo”, também chamada de transmissão síncrona. É a webrádio propriamente dita. O ouvinte “sintoniza” a rádio e escuta o que está sendo transmitido do estúdio naquele momento.

Esse tipo de transmissão demanda uma infra-estrutura mais complexa. Em resumo, ela funciona assim: você toca o seu áudio em um software instalado no seu computador, que o codifica e o envia a um servidor de webrádio, que pode rodar na mesma máquina; esse servidor, por sua vez, distribui a transmissão aos ouvintes pela internet.

Outra forma de transmissão é através das playlists, conhecida como transmissão assíncrona. Com elas, você pode montar uma seleção de programas e músicas, como a programação de uma rádio. A diferença é que o ouvinte vai escuta-la quando quiser. O áudio só será “transmitido” quando o ouvinte abrir a playlist no computador dele.

Há ainda a maneira mais simples de se divulgar um áudio. Você pode simplesmente disponibilizar um arquivo de áudio do seu programa para download em um site. Esta forma é interessante para compartilhar material radiofônico com outras rádios.

Veja o tutorial Como montar uma webrádio para explicações mais detalhadas.

Inscrições para as Oficinas

 
Manutenção de Micros
Dias da semana: Terças e Quintas Feiras.
Horários: 10:00 às 11:30 e dás 15:00 às 16:30
                 19:00 às 20:30
_________________________________________________________________
Laboratório de Segurança Alimentar

Divulgação das Oficinas na RBS

JANEIRO
D
S
T
Q
Q
S
S






1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31





INICIO DAS AULAS DE MANUTENÇÃO

As incrições irão iniciar no dia 17 de Janairo de 2011 e as aulas irão iniciar na segunda semana de fevereiro deste ano
Os dias da semana será terças e quintas feiras nos seguintes horários manhã das 10:00h ás 11:30h.
ás segundas e quartas feiras.
horário noturno das 19:00h ás 20:30h.

Importante: inscrições somente na Fundamas Casa Brasil pessoalmente e com documentos pessoais

CRONOGRAMA DO CURSO DE MANUTENÇÃO 2011

REDE ELÉTRICA


Tomada para o computador
Aterramento
Análise do aterramento
Medindo a tensão do neutro
O uso do neutro como terra                                       
Filtros de linha
Estabilizador de voltagem
álculo da potência do estabilizador
Funcionamento de um estabilizador
No-break
No-break standby
No-break Line Interactive
Problemas na rede elétrica
Outros cuidados

Fonte de Alimentação


As Tensões “Geradas” Pela Fonte
Descrição dos Sinais da Fonte ATX
O SINAL POWER GOOD
Potência da Fonte AT
PRINCIPAIS DEFEITOS
Potência da Fonte ATX
Consumo Médio
Fonte ATX
Fonte Linear
CONECTORES PARA FONTE DE ALIMENTAÇÃO
SUBSTITUIÇÃO DA FONTE DE ALIMENTAÇÃO
Especificações Típicas de Entrada VAC de Uma Fonte
Faixa de Tolerância das Tensões VDC da Fonte ATX
Potência
CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS TENSÃO E POTÊNCIA

Eletrônica Básica
Noções sobre soldagem
Soldagem
Dessoldagem
Usando um multímetro digital
Alguns componentes eletrônicos
Bateria e fonte de alimentação
Resistor
Capacitor
Bobina
Transformador
Componentes SMD
Tristate ou alta impedância
Diagramas de tempo
Microeletrônica
Circuitos lógicos
Operadores lógicos
Circuitos lógicos complexos
Fonte de alimentação linear
Cristal
E muito mais

Anatomia de um PC

Detalhando as peças de um PC
O que é um “PC”
Processador
RAM
Disco rígido
Placa mãe
Placa de vídeo
Modem
Drive de disquetes
Drive de CD-ROM
Placa de som
Placa de rede
Monitor
Gabinete
Teclado
Mouse
Impressora
Scanner
Câmera digital
Gravador de CDs e DVDs
ZIP Drive
Estabilizador de voltagem e no-break
E mais...

Disco Rígido
Capacidade de um disco rígido
Estrutura interna de um disco rígido
Velocidade de um disco rígido
Interfaces para discos rígidos: IDE e SCSI      
Backup dos dados importantes
Fabricantes de discos rígidos







Placas e

 Cada processador exige um tipo de Placa MÃE
Evolução dos soquetes e slots
Slots para expansão
Interfaces da Placa MÃE
Novas interfaces onboard
Padrões AT e ATX
Fabricantes de Placas MÃE

Placas de Vídeo

Aceleração gráfica
Memória de vídeo
Resolução e número de cores
Modos 2D e 3D
Placas PCI e AGP
Vídeo onboard
Chips básicos e avançados

Monitores 

Tamanho da tela

Dot Pitch
Freqüências
Radiação

Gabinetes
Padrões AT e ATX

Gabinetes compactos e espaçosos

Teclado e Mouse

Teclado padrão

Teclados ergonômicos
Conectores DIN e PS/2
Mouse de 2 e 3 botões
Mouse com scroll
Conectores DB9 e PS/2

Interfaces

Interfaces seriais Alguns Tópicos Avançados

Interface paralela
Interface USB
Interface IDE
Interface para drives de disquetes
Interface para teclado
Interface para joystick
Interfaces onboard
Chipsets

BIOS                                                                     
DSP e HSP
Memória virtual
Driver
VGA e Super VGA
Monitor não entrelaçado
Monitor digital
Gerenciamento de energia
ISDN
Desfragmentação
FAT32
Vírus de computador
Formatação de discos
Instalação de discos
Cache de disco
Utilitários e aplicativos
DirectX
Direct3D, Glide e OpenGL

FIIM

Inscrições para Capoeira


Inscrições Abertas na
 Fundamas Casa Brasil 
dia 17/01/2011
Compareser com documentos e os Pais
A data de retorno das aulas será 21/01/2011



Volta as Aulas 2011

Dia 10/01/2011 voltaremos internamente.
Dia 17/01/2011 estaremos atendendo ao público com inscrições para os cursos que irão iniciar em fevereiro deste ano.
Qualquer informação  ligar para unidade Fundamas Casa Brasil Sul ou Norte

Sejam Todos Bem Vindos !

Somos notícia

 

Final das Atividades do ano 2010
FUNDAMAS

Casa Brasil Sul vai encerrar atividades hoje à noite A Fundamas Casa Brasil Sul promove hoje, a partir das 19h30, o encerramento das atividades deste ano. Haverá apresentações de capoeira, contação de histórias e violão e serão realizadas pelos alunos da Casa Brasil Sul em parceria com o Grupo Beribazu, Programa Institucional de Literatura Infantil e Juvenil da Univille) (Prolij) e Casa da Cultura.

A Fundamas Casa Brasil Sul fica na rua Monsenhor Gercino, 5.189, no bairro Jarivatuba.

A unidade retomará suas atividades a partir do dia 10 de janeiro, com a abertura de inscrições para novas oficinas gratuitas.

CONVITE

Casal ganha cerimônia de casamento em Joinivlle da FUNDAMAS


O projeto de conclusão de curso de uma turma da Fundamas vai representar para Daniela de França, 28 anos, e Higino Fernandes, 20 anos, a realização de um sonho. O casal não faz parte da turma, que está se formando no curso de cabelereiros da unidade Cesita, no bairro Itaum.

Eles foram escolhidos para ganhar uma cerimônia de casamento, totalmente realizada pelos alunos, com o apoio de 15 empresas que patrocinaram a iniciativa, e graças a eles, poderão subir ao altar, receber a bênção e trocar alianças nesta sexta-feira, às 19 horas, na Fundamas.

— Não estava nos nossos planos casar, porque a festa e todos os preparativos sairiam muito caro, mas poderei realizar um grande sonho —, diz a noiva.

E o casamento veio em boa hora.

— Três semanas depois que nos convidaram para fazer o casamento, soube que estava grávida —, conta Daniela.

Os preparativos começaram na tarde desta quinta-feira. Enquanto uma das alunas do curso fazia as unhas da noiva, outro grupo preparava a decoração.

— Tudo foi organizado pela turma, e os alunos do curso de violão vão tocar no casamento —, conta a professora Norma Timm, coordenadora do projeto que já existe há dez anos.

— Todos os anos, a turma tem a tarefa de realizar um casamento, fictício ou de verdade, e fazer uma decoração temática —, conta.

Os detalhes ainda são surpresa, para os próprios noivos, mas a coordenadora antecipa que este ano o casamento será natalino. Um verdadeiro presente para Daniela, que trabalha como zeladora do Abrigo Infanto Juvenil e o operador de máquina Higino, que se conheceram há dois anos no terminal de ônibus, quando saiam do trabalho, e agora poderão oficializar a união.

Mariana Pereira | mariana.pereira@an.com.br

Fundamas Casa Brasil e Embraco

Aulas de Ginastica

Manutenção na Casa Brasil Sul

Graduações


O Sistema de Graduação do Beribazu, um dos mais antigos dos que são atualmete utilizados no Brasil, é baseado nas cores dos Orixás (Iemanjá, Xangô, Oxóssi, Oxum, Iansã, Ogum, Oxalá) e na história do negro, e tem a seguinte sequência azul, marrom, verde, amarela, roxa, vermelha e branca. As graduações intermediárias de duas cores representam uma fase de transição e preparação para a fase subsequente.

O Sistema Beribazu de Graduações segue a fundamentação elaborada por Mestre Zulu, no dia 22 de novembro de 1979, a partir da relação das fases sociais vividas pelo negro no Brasil com os domínios de irradiação dos Orixás do Candomblé e da Umbanda. Esta relação é de caráter meramente filosófico, sem o comprometimento da capoeira com rituais místico-religiosos.

A identificação hierárquica dentro do grupo Beribazu é a seguinte:

Corda Azul, Azul-Marrom, Marrom, Marrom-Verde e Verde - Aluno

Corda Verde-Amarela - Estagiário

Corda Amarela - Monitor

Corda Amarelo-Roxa - Instrutor

Corda Roxa - Contramestre (Professor)

Corda Vermelho e Roxa - Mestrando

Corda Vermelha - Mestre Edificador

Corda Branca - Mestre Dignificador


Quadro esquemático com a síntese do sistema de graduação:

Cor da corda Azul

Categoria Aluno Fase Social Vivida Pelo Negro: Negro Cativo. Representa o período compreendido entre o aprisionamento do negro na África , o seu transporte pelo mar e sua venda em terras brasileiras.

Domínio de Irradiação dos Orixás: O Orixá que tem domínio de irradiação sobre o mar é Iemanjá.

Relação entre cada Fase Social e o Domínio de Irradiação: As viagens do Negros eram verdadeiros martírios em alto-mar. Iemanjá tem domínio de irradiação sobre o mar, assim, os negros cativos estavam sob a proteção da rainha do mar Iemanjá: Azul.

Cor da corda Azul-Marrom e Marrom

Categoria Aluno Fase Social Vivida Pelo Negro: Negro Escravo. representa a fase em que o negro começa a prestar trabalho escravo nas lavoura perdendo assim a sua liberdade pela exploração de sua força de trabalho por um “senhor” – seu dono absoluto que aniquilava todas as sua esperanças de liberdade para o corpo e para a alma.

Domínio de Irradiação dos Orixás: O Orixá Xangô representa o grande guardião do céu e da terra e seu domínio de irradiação está nos raios, no trovão e no fogo.

Relação entre cada Fase Social e o Domínio de Irradiação: Desterrar o negro do seu torrão natal significou a perda total da liberdade. Estando o negro fora do âmbito da terra e do céu da África, Xangô não o acolheria. Cor representativa de Xangô: Marrom.

Cor da corda Marrom-Verde e Verde

Categoria Aluno Fase Social Vivida Pelo Negro: Negro Quilombola. Representa a alternativa de rebeldia preferida pelos escravos para conquistarem a liberdade. Os quilombos eram a comunidades independentes, cada qual com sua importância e com a sua peculiaridades.

Domínio de Irradiação dos Orixás: O Orixá que tem domínio de irradiação sobre as matas, onde ficavam os quilombos é Oxóssi.

Relação entre a cada Fase Social e o Domínio de Irradiação: Os quilombos eram comunidades muito dinâmicas, de grande riqueza sócio-cultural. O quilombola tinha nas matas o seu ambiente, a sua moradia. O Orixá Oxóssi tem relação direta com as matas. Cor representativa do Oxóssi: Verde.

Cor da corda Verde-Amarela e Amarela

Categoria Estagiário e Monitor Fase Social Vivida Pelo Negro: Fase do Negro Capitão de Areia. Representa a fase decorrente da p promulgação da Lei do Ventre Livre em 1871, em que as crianças nasciam livres como as águas doces mas caiam na delinqüência como as águas de cachoeira, por não terem condições de se manterem plenamente livres.

Domínio de Irradiação dos Orixás: O Orixá que tem domínio de irradiação sobre os rios e cachoeiras é Oxum, detentora de grande beleza e filha de mimada de Oxalá.

Relação entre cada fase Social e o Domínio de Irradiação: A Lei do Ventre Livre representa um aspecto dúbio, em que a criança nascia livre como as águas doces nas nascentes e caia na delinqüência e na marginalidade como as águas em queda numa cachoeira. Oxum tem domínio de irradiação sobre os rios e cachoeiras. Cor representativa de Oxum: Amarela.

Cor da corda Amarela-Roxa e Roxa

Categoria Instrutor e Contramestre ou Professor Fase Social Vivida Pelo Negro: Fase do Negro Sexagenário: representa a fase advinda com a vigência da Lei dos sexagenários que, à primeira vista, apresentava-se como uma generos concessão. No entanto, faltava ao escavo sexagenário, condições de vida para exercer uma atividade lucrativa capaz de promover a sua manutenção. Assim, conheceu a liberdade como a dos ventos e também o desafio da sobrevivência como que uma tempestade.

Domínio de Irradiação dos Orixás: O Orixá que tem domínio de irradiação sobre os ventos e tempestades é Iansã, ama altiva guerreira que enfrenta destemidamente o perigo.

Relação entre cada fase Social e o Domínio de Irradiação: A Lei dos Sexagenários promoveu uma dualidade na vida do negro: a liberdade almejada e o desafio da sobrevivência na velhice. A liberdade sem berço é representada pelos ventos de origem incerta; o desafio da sobrevivência é representado pelas tempestades. Cor representativa de Iansã: Roxa.

Cor da corda Roxa-Vermelha e Vermelha

Categoria Mestrando e Mestre Edificador Fase Social Vivida Pelo Negro: Fase do Nego Liberto. Representa a fase advinda com a vigência da Lei Áurea, de 13 de maio de 1888. A sociedade da época via o negro liberto como ignorante, preguiçoso e desordeiro e o marginalizava. Este, por sua vez, nas busca pela sobrevivência, notabilizou-se como guerreiro, participando de maltas e empreitadas como capanga.

Domínio de Irradiação dos Orixás: O Orixá que tem domínio de irradiação sobre sobre as guerras, os desastres e conflitos em geral é Ogum.

Relação entre cada Fase Social e o Domínio de Irradiação: As rivalidades entre as maltas de capoeira eram seríssimas e os confrontos eram sempre sangrentos. A polícia era o terror dos escravos libertos. A atitude guerreira do negro liberto se ajustava no domínio de irradiação de Ogum. Cor representativa de Ogum: Vermelha.

Cor da corda Branca

Categoria Mestre Dignificador Fase Social Vivida Pelo Negro: Fase do Negro Cidadão. Representa a fase em que o negro consegue reconhecer-se criticamente a partir de sua inserção na sociedade e torna-se consciente de seus direitos universais de cidadania. A partir daí aprende a ser universal.

Domínio de Irradiação dos Orixás: O Orixá que tem domínio de irradiação sobre todo o universo é Oxalá. É a divindade da criação, da pureza e da paz. É o chefe supremo e pai de quase todas as divindades.

Relação entre cada Fase Social e o Domínio de Irradiação: Com a veiculação secular de imagens estereotipadas do negro, formou-se um racismo dissimulado. O seu combate exige o envolvimento consciente de todos os segmentos sociais na busca de uma cidadania plena para todos. O exercício da cidadania plena está associada à universalidade de irradiações de Oxalá. Cor representativa de Oxalá: Branca.

Estado de relação entre cada fase social e o domínio de irradiação:

Corda Azul: Negro Cativo chegou ao Brasil sendo transportado por via marítima e o Orixá que tem Domínio de Irradiação sobre o Mar é Iemanjá, Dessa forma o AZUL representa a cor da primeira corda do Sistema de Graduação.

Plano de Fundo

P
Plano de Fundo para seu Pc

L.S.A

Capoeira na Casa Brasil Sul

CONSELHO GESTOR

Debian ou Ubuntu?

Debian no desktop


Todos que me conhecem sabem que sou fanático pelo Ubuntu Linux; no entanto as últimas versões apesar da simplicidade e facilidade estão cada vez mais exigentes com o hardware, o que obrigou-me a voltar ao meu velho companheiro, o debian.

Afinal, o que é o Debian?

O debian é uma distribuição de Linux criada por voluntários; sendo a distribuição preferida da FSF (Fundação do Software Livre). A estabilidade do debian é um dos seus pontos fortes, cada versão lançada é testada incansavelmente, sem ambição em lançar versões comerciais cada vez mais rápido e imaturas. Por ser tão exigente com a escolha de pacotes a fazerem parte do sistema, o Debian é uma das distribuições mais utilizadas em servidores no mundo todo.

O Ubuntu vem do Debian

O Ubuntu Linux é baseado no Debian, e hoje em dia é até mais popular pelo fato de estar mais customizado ao usuário final que é seu grande foco, no entanto, estas simplicidades acabam tornando o sistema cada vez mais exigente de hardware.

Voltando ao Debian

Depois de sentir que o Ubuntu já não estava apresentando o desempenho que eu esperava em meu computador, resolvi voltar ao Debian que é meu sistema preferido em servidores.
A versão atual do sistema é o “Lenny” que é uma versão de teste; sempre que uma versão do Debian é lançada, ela recebe o nome de “Testing” e somente após 12 meses ela é considerada “Estável”; a versão estável atual é a 4.0 de codinome “Etch”.

Obs: Todos os codinomes de versões do Debian, são nomes de personagens do filme “Toy Story”.

Onde baixar?
Para fazer o download da imagem (iso) do debian, você pode visitar o site oficial da distribuição:

http://www.debian.org/CD/http-ftp/

No link acima, você escolhe entre baixar a versão “Testing” ou a versão “Estável”; além de selecionar qual arquitetura de hardware você utiliza.

Nossa! tenho que baixar 20 cd’s?

Você pode ficar surpreso ao ver 20 imagens de cd disponiveis para download! acontece que o debian distribui todo o software do repositório utilizado no (apt-get) para download em imagem de cd (iso).

Sendo que para a instalação do sistema é somente necessário o download da primeira imagem (cd-1).

Como instalar?
O site howtoforge, possui um ótimo tutorial sobre a instalação do Debian, mesmo que você não saiba inglês, as imagens já dizem tudo; se preferir use a ferramenta de idiomas do google e faça a tradução do link:

http://www.howtoforge.com/perfect_setup_debian_etch

Após a instalação

Caso você tenha feito o download da versão estável 4.0 (etch); pode sentir falta de algumas atualizações, como por exemplo: firefox 3.0, broffice 3 entre outras novidades, por isto, eu aconselho que você utilize a versão “Testing” (lenny), outra opção é atualizar o sistema.
Para atualizarmos o debian 4.0 para a última versão, abra um terminal de comandos e faça:
su root
Digite sua senha; agora como administrador (usuário root), digite o comando:

gedit /etc/apt/sources.list

Apague todo o arquivo e cole o arquivo abaixo:

# deb cdrom:[Debian GNU/Linux 4.0 r5 _Etch_ - Official i386 CD Binary-1 20081023-23:20]/ etch contrib main

#deb cdrom:[Debian GNU/Linux 4.0 r5 _Etch_ - Official i386 CD Binary-1 20081023-23:20]/ etch contrib main

# Line commented out by installer because it failed to verify:

deb http://security.debian.org/ etch/updates main contrib

# Line commented out by installer because it failed to verify:

deb-src http://security.debian.org/ etch/updates main contrib

deb http://www.debian-multimedia.org etch main

deb http://security.debian.org/ testing/updates main

deb http://ftp.br.debian.org/debian testing main

#deb http://amule-debian.dyndns.org/ debian/

deb http://www.debian-multimedia.org/ etch main

deb http://ftp.br.debian.org/debian/ testing main contrib non-free

Depois de colar o texto acima no arquivo, feche o arquivo gravando a alteração, e digite no terminal:

apt-get update

Agora vamos atualizar a distribuição inteira, para isto digite:

apt-get dist-upgrade

Você vai receber cerca de 500mb de atualizações; depois de tudo terminado reinicie o computador.

Melhorando a aparência das fontes

Após a atualização você já vai perceber uma melhora no visual do sistema, agora o iceweasel já foi atualizado para a versão 3.0 ( Iceweasel é na verdade o firefox, o nome foi alterado pois o nome firefox é registrado pela mozilla, e o Debian possui uma politica muito séria sobre leis e patentes).
Mas ao navegar você vai perceber que os sites estão horriveis de serem visualizados, isto ocorre pela falta de fontes apropriadas; para resolver este problema, abra o terminal e digite:

su root (coloque sua senha)

apt-get msttcorefonts

Quando terminar, reinicie o modo gráfico.

Instalando uma suíte escritório
Se você somente baixou o primeiro cd de instalação, provavelmente deve estar sem uma suíte escritório; para isto vamos instalar o Broffice 3 (a última versão do OpenOffice.org); faça o download da versão para o debian (.deb) aqui:

ftp://ftp.unicamp.br/pub/broffice/stable/3.0.0/BrOo_3.0.0_20080930_LinuxIntel_install_pt-BR_deb.tar.gz

Após o download, descompacte o arquivo baixado, para isto você pode clicar com o botão direito sobre o arquivo e escolher a opção (extrair arqui); ou se preferir, abra o terminal e digite:

su root (coloque sua senha)

tar -xvzf BrOo_3.0.0_20080930_LinuxIntel_install_pt-BR_deb.tar.gz

Depois de descompactar o arquivo, entre no diretório descompactado:

cd OOO300_m9_native_packed-1_pt-BR.9358/

Abre o Diretório “DEBS”:

cd DEBS

E depois execute o comando:

dpkg -i *.deb

Depois de tudo instalado, os arquivos executáveis (swriter, scalc, etc…) ficam em:

/opt/broffice.org3/program/

Instalando o suporte multimidia
Outro fator importante é instalar o suporte multimidia, para isto você deve baixar o “w32codecs” neste local:

http://debian-multimedia.org/pool/main/w/w32codecs/w32codecs_20071007-0.1_i386.deb

Depois disto, basta fazer sua instalação:

su root (sua senha)

dpkg -i w32codecs_20071007-0.1_i386.deb

Agora o player “Totem” já será capaz de reproduzir quase todos os formatos multimidia existentes, incluindo rmvb do real player.

Considerações finais

Apesar de o Ubuntu já possuir algumas facilidades, o Debian possui um melhor desempenho (notável) e é mais seguro devido a sua politica de segurança.
Sendo assim, cabe a você decidir qual destas duas grandes distribuições de linux utilizar, abaixo segue meu screenshot atual (debian lenny):

UBUNTU PORTAB LE


Portable Ubuntu Linux funciona da seguinte maneira: ele roda direto do Linux, como um programa executavel. Este sistema é construído com o Colinux Kernel, Xming servidor X e Pulseaudio servidor para Windows. O Portable Ubuntu é uma ferramenta útil para quando você precisa usar Ubuntu em uma máquina que tem o Windows como sistema operacional.
Com o Portable Ubuntu você estará preparado para executar qualquer programa do Linux ao mesmo tempo em que estiver rodando aplicativos do Windows. O sistema compacto vem todo configurado, sendo que você não tem de ter experiência alguma com Linux para se entreter com as diversas ferramentas e aplicações do Linux.

Clique aqui para fazer o Download

Fundamas Casa Brasil sul no 5ºSOLISC

Fundamas Casa Brasil Sul esteve presente no 5º SOLISC
Este evento aconteceu  nos dias 22 e 23 de Outubro de 20010


São Objetivos da Associação Software Livre SC:

  1. Difusão do Software Livre e de Código Aberto;
  2. Promoção do desenvolvimento econômico, social e inclusão digital;
  3. Experimentação de novos modelos sócio educativos e sistemas alternativos de produção e distribuição de Softwares Livres e de Código Aberto;
  4. Edição de publicações, informativos, revistas, jornais e demais materiais informativos e produção de vestuário, acessórios e brindes referentes ao Software Livre;
  5. Estudos, pesquisas, desenvolvimento de tecnologias alternativas, realização de eventos, produção e divulgação de informações e conhecimentos técnicos e científicos em SoftwareLlivre;
  6. Desenvolver programas de educação profissional, qualificação e requalificação profissional voltado para as carências da população;
  7. Promoção do voluntariado;
  8. Promoção da ética, da paz, da cidadania, dos direitos humanos, da liberdade de expressão, da democracia e de outros valores universais e o combate a qualquer forma de discriminação sexual, religiosa, econômica e racial.








Reunião para Montar o Conselho Gestor da Casa Brasil Sul


Explicações Sobre a Votação

Apuração dos Votos


Conselho Eleito


CASA_BRASIL_Sul e Norte

Filme da Casa Brasil

http://www.youtube.com/watch?v=hIpgiGSt5-M&feature=share
Fizemos uma pesquisa e selecionamos todas as datas que celebram ou marcam temáticas de contexto Ecológico, Científico Ambiental, Sustentável e de Saúde Pública e postamos aqui. Percebam que algumas comemorações se repetem, como exemplo o dia do agrônomo, o que por enquanto, não encontramos explicação ainda que confiamos nas fontes consultadas para fazer este post.
Aquelas que devem ser comemoradas, a partir deste post, não serão mais esquecidas, assim como as que remetem à reflexão, não deixarão de ser pensadas para aqueles que nos visitam! :D

Janeiro
    * 01 -
Dia Mundial da Paz
    * 11 -
Controle da Poluição por Agrotóxicos
 
  * 31 - Dia do Engenheiro Ambiental

Fevereiro
    * 02 -
Mundial das Zonas Húmidas
    * 06 -
Agente de Defesa Ambiental
    * 14 -
Mundial dos Atingidos por Barragem

   
Março
    * 01 - Turismo Ecológico
    * 02 - Dia Nacional do Turismo
    * 03 - Dia do Meteorologista
    * 14 - Dia dos Animais
    * 21 - Início do Outono

    * 21 - Mundial de Floresta
    * 21 - Dia mundial da Terra
    * 22 - Dia Mundial da Água
    * 23 - Dia Mundial da Meteorologia
    * 31 - Dia da Saúde e Nutrição

Abril
    * 07 - Dia Mundial da Saúde
    * 10 - Dia da Engenharia
    * 15 - Dia da Conservação do Solo
    * 19 - Dia do Índio
    * 22 - Dia do Planeta Terra
    * 22 - Dia Internacional da Mãe Terra
    * 28 - Dia da Educação

    * 28 - do Bioma Caatinga
   
Maio
    * 01 - Dia Mundial do Trabalho
    * 03 - Dia do Sertanejo

    * 03 - Pau Brasil
    * 03 - Solo
    * 10 - Dia do Campo
    * 13 - Dia do Zootecnista
    * 22 - Dia do Apicultor
    * 22 - Dia Internacional da Diversidade Biológica
    * 25 - Dia do Trabalhador Rural
    * 26 - Dia Mundial da Diversidade Cultural para o Diálogo e o Desenvolvimento
    * 27 - Dia do Engenheiro Agrônomo

    * 06 - Do Bioma da Mata Atlântica
    * 29 - Dia do Geógrafo
    * 30 - Dia do Geólogo

Junho
    * 01 - Semana Mundial do Meio Ambiente
    * 05 - Dia da Ecologia
    * 05 - Dia Mundial do Meio Ambiente
    * 08 - Dia do Citricultor
    * 08 - Dia Mundial dos Oceanos
    * 11 - Dia do Educador Sanitário
    * 17 - Dia Mundial de Luta contra a Desertificação e a Seca

    * 18 - Dia do Químico
    * 21 - Início do inverno

Julho
    * 12 - Dia do Engenheiro Florestal
    * 13 - Dia do Engenheiro de Saneamento
    * 17 - Dia de Proteção às Florestas
    * 25 - Dia do Colono
    * 28 - Dia do Agricultor
   
Agosto
    * 05 - Dia Nacional da Saúde
    * 09 - Dia Internacional dos Povos Indígenas

    * 09 - Internacional da Qualidade do Ar
    * 14 - Controle de Poluição Industrial
    * 29 - Dia Nacional de Combate ao Fumo
    * 31 - Dia dos Nutricionistas

Setembro
    * 03 - Dia do Biólogo
    * 05 - Dia da Amazônia
    * 09 - Dia do Médico Veterinário

    * 11 - Cerrado
    * 13 - Dia do Agrônomo
    * 13 - Dia do Programador
    * 16 - Dia Internacional para a Preservação da Camada de Ozônio

    * 20 - Internacional da Limpeza de Praias
    * 21 - Dia da Árvore
    * 21 - Dia do Fazendeiro
    * 21 - Dia Internacional da Paz

    * 22 - Defesa da Fauna
    * 23 - Início da Primavera
    * 23 - Dia Marítimo Mundial (última semana de Setembro)

    * 27 - Dia do Leiloeiro Rural

Outubro
            Dia Mundial do Habitat (primeira segunda-feira de Outubro)
           Dia Internacional para a Redução das Catástrofes Naturais (segunda quarta-feira de Outubro)

    * 01 - Dia Internacional das Pessoas Idosas

    * 02 - Nacional do Habitat
    * 02 - Dia Internacional da Não-violência
    * 03 - Dia das Abelhas
    * 04 - Dia da Natureza

    * 04 - Patrono da Ecologia (São Francisco de Assis)
    * 04 - Dia do Cão
    * 05 - Dia das Aves
    * 05 - Dia Mundial dos Animais
    * 08 - Dia do Direito à Vida
    * 10 - Dia Mundial da Saúde Mental
    * 12 - Dia do Engenheiro Agrônomo
    * 12 - Dia do Mar
    * 15 - Dia Internacional das Mulheres Rurais

    * 15 - Educador Ambiental
    * 16 - Dia Mundial da Alimentação
    * 16 - Dia da Ciência e Tecnologia
    * 18 - Dia do Médico

Novembro
   
* 03 - Guarda Florestal
    * 05 - Dia da Ciência e Cultura
    * 05 - Dia do Técnico Agrícola
    * 06 - Dia Internacional para a Prevenção da Exploração do Ambiente em Tempo de Guerra e de Conflito Armado
    * 08 - Dia do Aposentado
    * 08 - Dia Mundial do Urbanismo
    * 10 - Dia do Trigo

Dezembro
    * 01 - Dia Internacional da Luta Contra a AIDS
    * 01 - Dia Internacional das Montanhas
    * 02 - Dia Pan-americano da Saúde
    * 04 - Dia do Orientador Educacional
    * 10 - Declaração Universal Direitos Humanos
    * 10 - Dia Internacional dos Povos Indígenas
    * 11 - Dia do Arquiteto
    * 11 - Dia do Engenheiro
    * 11 - Dia do Agrônomo
    * 22 - Início do verão

    * 29 - Internacional da Biodiversidade

Décadas e Anos Internacionais

 
2005-2014     Segunda Década Internacional dos Povos Indígenas do Mundo
2005-2014     Década das Nações Unidas da Educação para o Desenvolvimento Sustentável
2005-2015     Década Internacional para a acção sobre o tema "Água, Fonte de Vida" (início a  22 de Março de 2005)
2006-2016     Década da Recuperação e do Desenvolvimento Sustentável das Regiões Afectadas pela catástrofe de Chernobyl
2008-2017    Segunda Década das Nações Unidas para a Erradicação da Pobreza
2010-2020     Década das Nações Unidas para os Desertos e a Luta contra a Desertificação
2010               Ano Internacional da Biodiversidade
2011               Ano Internacional das Florestas 

Fonte:

Oficina da Ceia de Natal

Projeto Beleza Pura 
Oficina na Casa Brasil   
      Ceia de Natal          




Uma das Coordenadoras do Projeto Beleza Pura



Jantar de Natal com 60 Reais

Em Parceria com Projeto Beleza Pura, realizamos mais uma vez a ceia natalina deste ano.
Objetivo desta ação foi, proporcionar uma ceia saborosa e de baixo custo.

No dia 26/11/2010, aconteceu esta oficina com a participação de 29 pessoas no L.S.A.N, com cardápio completo, ou seja Entrada saladas, Prato Principal, Sobremesa e suco. Este cardápio foi nos pedido pela coordenação do grupo, pois tem como objetivo aguçar a curiosidade das participantes do projeto. "Sim nos podemos ter uma ceia com muito requinte com que temos a nossa disposição do nosso dia -a – dia, para celebramos esta noite tão importante na vida de cada família". Todos os ingredientes para que acontece-se esta atividade foi custeado pelo Projeto Beleza Pura, que ficou em torno de R$ 60.00.

Todas Juntas Imaginem a Fofoca que Rolou